Música do Brasil_dica

O Fabrício Nobre indicou o site http://www.musicadobrasil.org.br/brasil/index.php para quem quiser saber quem são os melhores da música no ano de 2007 na visão dos críticos brasileiros. O site é um clipping da área. Acessei e gostei muito!

Assembléia Legislativa do Ceará apóia produção musical

Sua música vai tocar na rádio
Do site
http://www.feiramusica.com.br

Agora sua música poderá ser tocada na rádio.
A parceria entre a Associação dos Produtores de Disco, Prodisc e Assembléia Legislativa do Ceará vai colocar no ar uma programação exclusiva da produção musical de artistas do estado.
Músicos e produtores interessados em participar devem encaminhar as músicas exclusivamente em formato mp3 (não serão aceitas em outro formato) e release da banda para a Prodisc, rua Engenheiro Plácido Coelho Jr. 180, Vicente Pizon, Fortaleza - Ceará.
Informações pelo email secretaria@feiramusica.com.br ou pelo telefone (85) 3262-5011.
Aqueles que não possuem músicas neste formato deverão transforma-las e entrega-las em CD especificando que é mp3 com o nome do artista, autores e títulos das músicas.
A Rádio FM Assembléia 96,7 foi inaugurada em novembro passado. È a primeira rádio de uma Assembléia Legislativa no Brasil a operar em freqüência modulada e responderá pelas transmissões das atividades do legislativo para todo o Ceará.

Cláudia Vieira_12/12_Bolshoi Pub


2ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos na América do Sul


Filmes goianos entre os Melhores de 2007

Alice Galvão
Goiânia integra a Rede de Exibição do Festival do Minuto , trazendo para nossa cidade os melhores vídeos do ano. Dentre eles, dois feitos em Goiás: Breath, de Leonardo Camarcio e Ato Falho, de Diogo Diniz Garcia Gomes e Marcus Vinícius da Silva Brito - Melhor vídeo tema livre do mês de setembro. A Mostra Brasil Melhores Minutos de 2007 será exibida nesta sexta feira - 07/12, na sala 401 (4º andar) da Faculdade Cambury, entre 17:30 e 18:30h. A entrada é franca.

A Mostra Brasil Melhores Minutos de 2007 irá exibir gratuitamente em 237 centros culturais de 60 cidades brasileiras os 50 melhores vídeos brasileiros do ano, com até 60 segundos de duração. O circuito vai desta terça-feira até domingo (9). A iniciativa é um dos resultados das modificações promovidas no tradicional Festival do Minuto neste ano. O evento passou a ser realizado mensalmente e com exclusividade na internet, pelo site
http://www.festivaldominuto.com.br. No portal de vídeos, foram exibidos ao longo do ano 900 trabalhos - dos quais 50 foram escolhidos para a exibição em espaços físicos na mostra.

Assista a matéria que saiu no Jornal da Globo de 04/12/2007

http://jg.globo.com/JGlobo/0,19125,VTJ0-2742-20071204-312190,00.html

Senhor, tende piedade de nós!

Enviado por Kim Leal

Pelo projeto político do deputado Clodovil
Pelo "espetáculo do crescimento" que até hoje ninguém viu
Pelas explicações sucintas do ministro Gilberto Gil
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo jeitinho brejeiro da nossa juíza
Pelo perigo constante quando Lula improvisa
Pelas toneladas de botox da Dona Marisa
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo Marcos Valério e o Banco Rural
Pela casa de praia do Sérgio Cabral
Pelo dia em que Lula usará o plural
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo nosso Delúbio e Valdomiro Diniz
Pelo "nunca antes nesse país"
Pelo povo brasileiro que acabou pedindo bis
Senhor, tende piedade de nós!

Pela Cicarelli na praia namorando sem vergonha
Pela Dilma Rousseff sempre tão risonha
Pelo Gabeira que jurou que não fuma mais maconha
Senhor, tende piedade de nós!

Pela importante missão do astronauta brasileiro
Pelos tempos que Lorenzetti era só marca de chuveiro
Pelo Freud que "não explica" a origem do dinheiro
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo casal Garotinho e sua cria
Pelos pijamas de seda do "nosso guia"
Pela desculpa de que "o presidente não sabia"
Senhor, tende piedade de nós!

Pela jogada milionária do Lulinha com a Telemar
Pelo espírito pacato e conciliador do Itamar
Pelo dia em que finalmente Dona Marisa vai falar
Senhor, tende piedade de nós!

Pela "queima do arquivo" Celso Daniel
Pela compra do dossiê no quarto de hotel
Pelos "hermanos compañeros" Evo, Chaves e Fidel
Senhor, tende piedade de nós!

Pelas opiniões do prefeito César Maia
Pela turma de Ribeirão que caía na gandaia
Pela primeira dama catando conchinha na praia
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo escândalo na compra de ambulâncias da Planam
Pelos aplausos "roubados" do Kofi Annan
Pelo lindo amor do "sapo barbudo" por sua "rã"
Senhor, tende piedade de nós!

Pela Heloisa Helena nua em pêlo
Pela Jandira Feghali e seu cabelo
Pelo charme irresistível do Aldo Rebelo
Senhor, tende piedade de nós!

Pela greve de fome que engordou o Garotinho
Pela Denise Frossard de colar e terninho
Pelas aulas de subtração do professor Luizinho
Senhor, tende piedade de nós!

Pela volta triunfal do "caçador de marajás"
Pelo Duda Mendonça e os paraísos fiscais
Pelo Galvão Bueno que ninguém agüenta mais
Senhor, tende piedade de nós!

Pela eterna farra dos nossos banqueiros
Pela quebra do sigilo do pobre caseiro
Pelo Jader Barbalho que virou "conselheiro"
Senhor, tende piedade de nós!

Pela máfia dos "vampiros" e "sanguessugas"
Pelas malas de dinheiro do Suassuna
Pelo Lula na praia com sua sunga
Senhor, tende piedade de nós!

Pelos "meninos aloprados" envolvidos na lambança
Pelo plenário do Congresso que virou pista de dança
Pelo compadre Okamotto que empresta sem cobrança
Senhor, tende piedade de nós!

Pela família Maluf e suas contas secretas
Pelo dólar na cueca e pela máfia da Loteca
Pela mãe do presidente que nasceu analfabeta
Senhor, tende piedade de nós!

Pela invejável "cultura" da Adriana Galisteu
Pelo "picolé de xuxu" que esquentou e derreteu
Pela infinita bondade do comandante Zé Dirceu
Senhor, tende piedade de nós!

Pela eterna desculpa da "herança maldita"
Pelo "chefe" abusar da birita
Pelo novo penteado da companheira Benedita
Senhor, tende piedade de nós!

Pela refinaria brasileira que hoje é boliviana
Pelo "compañero" Evo Morales que nos deu uma banana
Pela mulher do presidente que virou italiana
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo MST e pela volta da Sudene
Pelo filho do prefeito e pelo neto do ACM
Pelo político brasileiro que coloca a mão na "m"
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo Ali Babá e sua quadrilha
Pelo Gushiken e sua cartilha
Pelo Zé Sarney e sua filha
Senhor, tende piedade de nós!

Pelas balas perdidas na Linha Amarela
Pela conta bancária do bispo Crivella
Pela cafetina de Brasília e sua clientela
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo crescimento do PIB igual do Haití
Pelo Doutor Enéas e pela senhorita Suely

Pela décima plástica da Marta Suplicy
Senhor, tende piedade de nós!

Para que possamos ter muita paciência
Para que o povo perca a inocência
E proteste contra essa indecência
Senhor, dai-nos a paz!

Não julgaremos?_Artigo

Não julgaremos?
Deolinda Taveira
Em apenas dois minutos, dois terríveis e desconfortáveis minutos o Tribunal de Justiça de Goiás julgou e reafirmou a sentença de primeiro grau que concede a FETEG – Federação de Teatro do Estado de Goiás, a SEGURANÇA e declara que a 3ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA DE GOIÂNIA É NULA e todos os atos decorrentes dela.

Em apenas dois minutos, sem afã, sem manifestações emocionais, sem delírios e arroubos da juventude a relatora DR. AMELIA NETTO MARTINS DE ARAUJO declarou o seu voto tendo em vista que o secretário de cultura de Goiânia NÃO HAVIA DADO PUBLICIDADE a 3ª Conferência Municipal de Cultura e mais, EXORBITARÁ DA LEI ao determinar que as entidades encaminhassem delegados usando como critério o tempo de existência das mesmas. E foi acompanhada em seu voto pelos DES. ALAN S. DE SENA CONCEICAO e ALFREDO ABINAGEM.

Vejamos, apenas para recordar, 05 de outubro de 2005 o Sr. Secretário de Cultura do Município de Goiânia assinou o edital de convocação da III Conferencia Municipal de Cultura. No dia 07 de outubro, sexta-feira, às 17:21, uma notícia da realização da Conferência foi divulgada na página da internet da Prefeitura. A grande maioria das entidades e demais interessados só tomaram conhecimento do andamento da Conferência na segunda-feira, dia 10 de outubro. A Conferência de Cultura foi marcada para acontecer no dia 12, quarta-feira, feriado nacional.

A FETEG – Federação de Teatro do Estado de Goiás representando não somente os interesses da própria federação, mas de todas as categorias da cadeia produtiva da cultura reunidas no Fórum Permanente de Cultura, tendo nada mais nada menos que UM DIA para se inscrever, decidiu impetrar mandado de segurança com o fim de suspender a realização da conferência e garantir a participação de todos.

Concedida a liminar, o Oficial de Justiça foi à SECULT para notificar o Sr. Secretário da liminar que suspendia a realização da conferência, com base na falta de publicidade do ato convocatório, mas o ilustre gestor da cultura goianiense havia “vazado” para destino ignorado no Setor Bueno.
O Oficial de Justiça devolveu o mandado informando ao juízo que a autoridade impetrada (SECRETÁRIO DE CULTURA DE GOIANIA) deliberadamente se ocultara.

O dia 12 de outubro de 2005 ficou marcado pela FRAUDE praticada pelo poder público no intento de eleger conselheiros de cultura FAVORAVEIS a política de esperteza e de balcão que viria a ser implantada na Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia.

O presidente do Tribunal de Justiça concedeu à Prefeitura de Goiânia a suspensão da liminar fundamentado na suposta lesão à ordem pública existente caso a liminar fosse efetivada. O argumento utilizado é que sendo a 3ª Conferência Municipal de Cultura uma prévia da 1ª Conferência Nacional de Cultura, o cancelamento da mesma, impediria a participação dos delegados eleitos por Goiânia e ainda que não haveria repasse de verbas federais ao Município caso este não enviasse representantes à Conferência Nacional. Argumentação essa que deliberadamente ocultava que já era do conhecimento da Prefeitura Resolução nº. 001/2005, de 9/12/05, do Ministério da Cultura , com apenas 4 páginas e que invalidou a III Conferência Municipal de Cultura para efeitos de participação na 1ª Conferência Nacional de Cultura. A verdade é que a Secretaria Municipal de Cultura pretendeu fraudar a eleição do Conselho e o Judiciário, por erro e omissão, garantiu que tal fraude se perpetrasse e durante dois anos o erário “bancou” os falsos conselheiros e sua trupe de clientes.
Não julgaremos? É verdade, o julgamento veio daqueles que de direito e de fato poderiam afirmar que houve por parte do gestor público a prática de atos que deliberadamente feriram a Lei, o Tribunal de Justiça de Goiás.

Mas quem ganhou e quem perdeu? Goiânia ganhou. A democracia ganhou. E ganhou por que os jovens belicosos, e nos arroubos da juventude se negaram a fazer continência ao coronelismo na cultura e venceram na seara e na especialidade do secretário de cultura de Goiânia, professor universitário e pró- reitor de universidade particular da área do DIREITO. E perdeu o autoritarismo, a corrupção, a improbidade no serviço público.

E agora Prefeito, qual o mérito de receber o diploma de prefeito amigo da cultura? E agora permitirá que no rastro do aparente sucesso das ações fraudulentas na 3ª Conferência Municipal de Cultura seja realizada a 5ªConferência?

Que se cumpra a sentença : “...CONCEDO a segurança pleiteada invalidando os efeitos da Conferência realizada nos dias 11 e 12 de outubro de 2005 e anulando o Edital nº. 04/2005. Dr. Fabiano A. de Aragão Fernandes, juiz de direito 2ª vara da Fazenda Pública Municipal.”

Deolinda Conceição Taveira Moreira – Conservadora Restauradora de Bens Culturais, especialista em Gestão de Patrimônio Cultural Integrado e ativista do Fórum Permanente de Cultura de Goiânia.

O Blog está crescendo!

Hoje fiquei muitíssimo feliz ao descobrir que tenho visitantes de outras cidades brasileiras como São Paulo, Curitiba, Bragança Paulista, Belo Horizonte e Santa Maria, bem como algumas internacionais, diretamente de Coimbra (Portugal), Marlborough e Orlando (EUA) e Hannover (Alemanha).

O blog está crescendo e com ele a integração cultural!

Obrigado a todos que enviam material, produzem e incentivam a arte!

Projeto Beethoven no Teatro Católica

Levy Silvério da Silva Júnior*
Como vem sendo realizado todas as quintas-feiras, dia 22 de novembro ocorrerá mais uma edição do Projeto Beethoven.
As obras a serem apresentadas serão As Criaturas de Prometeus (ou a Força da Música e da dança), os Romances em sol maior e fá maior, e a Sinfonia nº 3 (Heróica). Mais uma vez, obras que representam diferentes fases da vida do brilhante compositor, cujos comentários a seguir são do Maestro Joaquim Jaime, regente da Orquestra Sinfônica de Goiânia
Para esta edição, excepcionalmente foi convidado para regência o maestro Eliseu Ferreira, além dos solistas Cindy Folly e Marcos Silveira Bastos, ambos violinistas.
Mais informações: (62)3946-1067 / (62)8117-7729
* Levy é Produtor Cultural e trabalha na Assessoria da Coordenação de Arte e Cultura da Pró-Reitoria de Extensão e Apoio Estudantil - Universidade Católica de Goiás

Bandas Brasilienses no Alternativo Bar


Show instrumental com Wagner Gracciano e Fabiano Chagas

Mpb, jazz, fusion, rock e smooth jazz
Dia 21/11/2007, no teatro da Fundação Jaime Câmara ás 20hs, entrada Franca.
Ficha Técnica:
Wagner Gracciano - Guitarra, Violão e Synth Guitar
Fabiano Chagas - Guitarra e Violão
Digo: Baixo
Patersson Américo - Bateria
Participação Especia - Melina Mazzarani : Voz

Rita Ribeiro se apresenta na Caravana Pixinguinha 2007


Gilberto Correia no Astral Bar


Amanhã tem show do cantor Gilberto Correia no Astral Bar, que fica na avenida T-8 próximo ao Extra, Setor Oeste. A partir das 21h.

Produções goianas em destaque no Festcineamazônia

Enviado por Carlos Cipriano
Entre as 245 produções inscritas para o 5º Festival de Cinema e Vídeo Ambiental, Edição 2007, que acontece na cidade de Porto Velho, de 13 a 17 de novembro de 2007, foram selecionadas oito produções de cineastas de Goiás.

Foram selecionadas as seguintes obras goianas:
GENTE HERÓICA, de Rodrigo Valle, vídeo documentário;
GUERRA E PAZ NO SERTÃO DOS GERAIS, vídeo documentário de Leandro Caetano;
MAIS OU MENOS UM? Vídeo ficção de Wilmar Ferraz;
BICHO PRETO NASCE BRANCO, vídeo documentário de Ângelo Lima;
LAMENTO, experimental de Kim-Ir-Sem Pires Leal;
CHARAKAPÁ - ARTE DO URUCUM, vídeo experimental de Lula Sampaio e Juliana Corso;
MÁGOA DE VAQUEIRO, vídeo animação de Dustan Oeven e Moíses Cabral;
CAGUAYO, vídeo documentário de Elena Sierra, Jennifer Galvin e Uliana Duarte.
Todas as produções concorrem dentro de suas categorias a troféus e premiações, além do troféu Mapinguari para a melhor produção eleita pelo público durante o 5º Festival de Cinema e Vídeo Ambiental, Edição 2007.

Produções goianas têm se destacado nas premiações do evento. Em 2006 Coque do Buriti, de Gel Messias foi agraciado com o prêmio Thiago de Melo como melhor filme pelo Júri Popular.

No ano de 2005, o filme Icologia, de Ângelo Lima recebeu o Prêmio Chico Mendes de melhor documentário. Roque Pereira, Mobiliário Eco-Sustentável com direção de Kim-Ir-Sem recebeu em 2004 foi o vencedor do prêmio Chico Mendes com o melhor documentário.
As produções goianas concorrem no 5º Festival de Cinema e Vídeo Ambiental, Edição 2007, a premiação juntamente com trabalhos de vinte e um estados brasileiros e um italiano.
O 5º Festival de Cinema e Vídeo Ambiental, Edição 2007, tem o patrocínio da Petrobras, TNG – Gasoduto - Urucu-Porto Velho e do Ministério da Cultura, através dos incentivos da Lei Rouanet, com apoio da FECOMÉRCIO.
Autor: Assessoria de Comunicação

ESCUTATÓRIA (Do escritor mineiro RUBEM ALVES)

Enviado por Cristiane Galvão

Sempre vejo anunciados cursos de oratória. Nunca vi anunciado curso de escutatória. Todo mundo quer aprender a falar. Ninguém quer aprender a ouvir. Pensei em oferecer um curso de escutatória. Mas acho que ninguém vai se matricular.
Escutar é complicado e sutil. Diz Alberto Caeiro que "não é bastante não ser cego para ver as árvores e as flores. É preciso também não ter filosofia nenhuma".
Filosofia é um monte de idéias, dentro da cabeça, sobre como são as coisas. Para se ver, é preciso que a cabeça esteja vazia.
Parafraseio o Alberto Caeiro: "Não é bastante ter ouvidos para ouvir o que é dito; é preciso também que haja silêncio dentro da alma". Daí a dificuldade: a gente não agüenta ouvir o que o outro diz sem logo dar um palpite melhor, sem misturar o que ele diz com aquilo que a gente tem a dizer.
Como se aquilo que ele diz não fosse digno de descansada consideração e precisasse ser complementado por aquilo que a gente tem a dizer, que é muito melhor.
Nossa incapacidade de ouvir é a manifestação mais constante e sutil de nossa arrogância e vaidade: no fundo, somos os mais bonitos...
Tenho um velho amigo, Jovelino, que se mudou para os Estados Unidos estimulado pela revolução de 64. Contou-me de sua experiência com os índios.
Reunidos os participantes, ninguém fala. Há um longo, longo silêncio. (Os pianistas, antes de iniciar o concerto, diante do piano, ficam assentados em silêncio, abrindo vazios de silêncio, expulsando todas as idéias estranhas.). Todos em silêncio, à espera do pensamento essencial. Aí, de repente, alguém fala. Curto. Todos ouvem.
Terminada a fala, novo silêncio. Falar logo em seguida seria um grande desrespeito, pois o outro falou os seus pensamentos, pensamentos que ele julgava essenciais. São-me estranhos. É preciso tempo para entender o que o outro falou. Se eu falar logo a seguir, são duas as possibilidades.
Primeira: "Fiquei em silêncio só por delicadeza. Na verdade, não ouvi o que você falou. Enquanto você falava, eu pensava nas coisas que iria falar quando você terminasse sua (tola) fala. Falo como se você não tivesse falado".
Segunda: "Ouvi o que você falou. Mas isso que você falou como novidade eu já pensei há muito tempo. É coisa velha para mim. Tanto que nem preciso pensar sobre o que você falou". Em ambos os casos, estou chamando o outro de tolo. O que é pior que uma bofetada. O longo silêncio quer dizer: "Estou ponderando cuidadosamente tudo aquilo que você falou".
E assim vai a reunião. Não basta o silêncio de fora. É preciso silêncio dentro. Ausência de pensamentos. E aí, quando se faz o silêncio dentro, a gente começa a ouvir coisas que não ouvia.
Eu comecei a ouvir.
Fernando Pessoa conhecia a experiência, e se referia a algo que se ouve nos interstícios das palavras, no lugar onde não há palavras.
A música acontece no silêncio. A alma é uma catedral submersa.
No fundo do mar - quem faz mergulho sabe - a boca fica fechada. Somos todos olhos e ouvidos. Aí, livres dos ruídos do falatório e dos saberes da filosofia, ouvimos a melodia que não havia, que de tão linda nos faz chorar.
Para mim, Deus é isto: a beleza que se ouve no silêncio. Daí a importância de saber ouvir os outros: a beleza mora lá também.
Comunhão é quando a beleza do outro e a beleza da gente se juntam num contraponto.

Chance para novas bandas no Goiânia Noise Festival

Fabrício Nobre
Numa ação inédita a Novo Mundo leva uma unidade móvel do estúdio Rocklab para o 13º Goiânia Noise Festival.

Durante os três dias do festival, as músicas serão produzidas e registradas na fonte.

No estúdio Novo Mundo-Rocklab serão registradas 5 bandas por dia, uma faixa de cada banda, sendo que 4 serão do público presente e 1 convida especial entre as bandas que tocam no 13º Noise.

As faixas gravadas viram um cdzinho que as bandas recebem logo após a mix final.
Para participar:
* envie um email com contato virtual, telefone, nome completo e RG de todos os integrantes para
eventos@monstrodiscos.com.br ;
* adicione a esse email um link da sua bada do trama virtual, myspace, purevolume, ou mesmo seu site ou blog nos convencendo que sua banda merece essa chance;
* torça para ser selecionado pelos curadores do Rocklab e Monstro Discos;
* Serão 12 bandas vencedoras, o prazo para inscrição é rápido, até dia 20 de novembro, resultado no dia 21 de novembro!
As bandas selecionadas levam ainda entradas grátis para os 3 dias de festival.

Espetáculo Gota D' Água no Sesc_Palco Giratório_Banner Net

Contato: Fernanda Duarte Lacerda - (62) 3221-0693
Assessora Técnica III – SESC Rua 19

Serenata em Goiás em 24-11_Banner Net


Conferência Municipal de Cultura_Clipping


Festival Overdose HC_Banner Net


"Tropa de Elite" deveria ser obrigatório nas escolas

da Folha Online
O filme "Tropa de Elite" deveria ser obrigatório nas escolas. Mais do que a envolvente denúncia da banalização do mal no Brasil, na qual policiais e bandidos se transformam em animais e criminosos, o filme provoca uma reflexão sobre a responsabilidade individual.
O inocente consumidor de maconha, sentindo-se conectado com a natureza ou com a leveza espiritual, ou o alto executivo que consome cocaína são apresentados também como sócios do tráfico --e com razão.
É fácil apenas culpar o governo, a polícia, os traficantes, e assim por diante. Mais difícil é nos culparmos --e, aí, está, um dos problemas brasileiros. A culpa é sempre dos outros. Vejamos:
Muito mais do que as drogas, o que mais mata no Brasil é o álcool, uma das causas das 100 mortes diárias e mais de 100 mil feridos por ano no trânsito. Nem os publicitários nem os veículos de comunicação que exibem os anúncios de cerveja, com sedutores apelos, se sentem minimamente responsáveis por essa tragédia. A culpa? Só do governo.
Um motoboy morre por dia apenas nas ruas da cidade de São Paulo (e mais 25 por dia ficam feridos). Isso porque contratam-se empresas irresponsáveis de entrega. Mesmo sabendo que já existe um selo de qualidade para moto frete. A culpa? Só do governo.
As pessoas emporcalham as ruas com lixo apenas porque não têm paciência de jogá-lo em algum lugar apropriado. Madames não se incomodam que seus cachorros façam das calçadas banheiros. A culpa? Só do governo que não limpa as ruas.
O governo sobe os impostos sem parar assim como contrata novos funcionários públicos sem parar. Pouco se faz contra essa extorsão. Nem mesmo sabemos como o orçamento é feito. De quem é a culpa? Do governo.
Deputados, senadores, vereadores cometem crimes e fazem negociatas, mas pouco acompanhamos seus mandatos. Durante a campanha, preferimos o show do marketing do que a análise de propostas. Até nos esquecemos em que votamos. De quem é a culpa? Dos políticos.
Não quero deixar, claro, de responsabilizar os governos. Mas apenas dizer que, num mundo civilizado, todos deveriam saber quais são seus direitos mas também seus deveres. Isso é o básico de cidadania, cuja discussão o filme, através da droga e da violência, lança com alto teor pedagógico _--portanto, deveria ser obrigatório na escolas.
É um bom debate para que saiamos dessa adolescência da cidadania, com muitos direitos e poucos deveres.

Assim como é obrigatório pensarmos que, no futuro, a droga não será um problema de polícia, mas apenas de saúde pública. Não sei se a repressão não acaba fazendo mais mal do que bem no combate ao vício.
Gilberto Dimenstein, 48, é membro do Conselho Editorial da Folha e criador da ONG Cidade Escola Aprendiz. Coordena o site de jornalismo comunitário da Folha. Escreve para a Folha Online às terças-feiras.

Agenda do Teatro Zabriskie


Hoje: Espetáculo: A HISTÓRIA É UMA ISTÓRIA e o homem o único animal que ri.

Sinopse: Comédia com o grupo de Teatro Bastet que alia seu humor ao de Millôr Fernandes para construir um espetáculo questionador e atual. Provocando a platéia a refletir sobre o seu tempo.

Elenco: Sandra Santiago e Thiago Moura.
Direção: Lua Barreto.

Cenário e Figurinos: Daniela Fiúza e Vanessa Rocha.

Preparação musical: Maria Angélica Pantarotto.

Músicas e composições: Jorge Beat.

Fotos: Luciana Moreira/Gilson Borges.
Classificação indicativa: inadequado para menores de 12 anos

Hora: 21h.

Ingresso:
R$ 14,00 (quatorze reais) inteira
R$ 7,00 (sete reais) meia entrada
R$ 10,00 (dez reais) promoção com apresentação da filipeta

Domingo – 21/10 – penúltima apresentação

Espetáculo: Chiquinha, a Fofoqueira

Sinopse: Chiquinha, a Fofoqueira mostra como fofocar pode causar uma grande confusão. Chiquinha é muito fofoqueira e vai precisar da ajuda da platéia para melhorar sua situação

Grupo: Zabriskie Teatro

Texto: Ana Cristina Evangelista
Direção: Ana Cristina Evangelista

Elenco: Alexandre Augusto e Ana Cristina Evangelista

Fotos: Eduardo Castro

Classificação indicativa: Livre
Hora: 17 horas
Ingresso:
R$ 14,00 (quatorze reais) inteira
R$ 7,00 estudantes
R$ 7,00 promoção adultos acompanhando criança

Local:
Zabriskie Teatro (rua 148, nº 248, St. Marista – próximo à academia Átrio, Praça do Ratinho e Clube dos Oficiais – fone: 3093-5542) -
www.zabriskieteatro.blogspot.com

Cinema goiano

Produção goiana entra em circulação na cena nacional de festivais

Alice Galvão
Curta metragem humorística feita por profissionais goianos vence Festival do Minuto no mês de setembro, é selecionado para a Mostra Competitiva Melhores de 2007 e entra no eixo Rio – São Paulo

De 4 a 9 de dezembro o curta goiano Ato Falho participará da Mostra Competitiva Melhores do Ano, promovida pelo Festival do Minuto. Será exibido no Espaço Cultural Oi Futuro (RJ), Cine Olido (SP) e em mais 200 outras salas de cinema do país.

Vencedor em setembro da categoria Tema Livre o vídeo teve como realizadores Marcus Vinícius Brito (direção, roteiro, atuação, música e edição de vídeo), Diogo Diniz Garcia (direção, câmera, fotografia, edição de som), Alice Galvão (produção e atuação), Jerônimo Venâncio (produção, fotografia still e iluminação) e Rodrigo Valle (estagiário).

“A iluminação foi toda feita em loco. Não passou por tratamento na ilha de edição”, avisa Marcus Vinícius, e acrescenta que o único custo de produção foi com o lanche da equipe. Jerônimo Venâncio conta que as filmagens foram feitas na sua casa e a gravação durou apenas uma noite. O filme contou com o apoio da Faculdade Cambury, que cedeu o equipamento.

Para acessar o site do Festival do Minuto e assistir ao Ato Falho, os interessados podem visitar o link
http://festivaldominuto.oi.com.br/site/video.php?id=414. Além da produção goiana, podem ser vistos on-line todos os vídeos que participaram da competição. Votações e comentários são postados mediante cadastro gratuito e imediato de login e senha de usuário.

Ato Falho entre os melhores do ano no Festival do Minuto

Maísa Lima
Os realizadores do vídeo Ato Falho, Diogo Diniz Garcia Gomes, Marcus Vinícius Brito e Jerônimo Garcia (com Alice Galvão no elenco), todos colaboradores da Faculdade Cambury – onde atuam no Laboratório de Fotografia e Imagem e na Rádio TV Web – acabam de receber mais uma boa notícia.
A produção, que já tinha ganhado o prêmio Tema Livre do mês de setembro no Festival do Minuto, foi selecionada para a mostra dos melhores do ano, que acontecerá entre os dias 4 e 9 de dezembro no Espaço Cultural Oi Futuro (RJ), Cine Olido (SP) e em mais de 200 outras salas de cinema espalhadas pelo Brasil.
Criado em 1991 pelo cineasta Marcelo Masagão, a idéia básica do Festival do Minuto é convidar produtores de imagens em movimento (amadores e profissionais) a exercitarem sua síntese, produzindo trabalhos com duração máxima de 60 segundos. Nesses 15 anos de existência, já participaram do evento cerca de 10 mil filmes de 40 países. Trata-se nada menos do maior festival de vídeos da América Latina.
Ato Falho foi selecionado entre aproximadamente 1,2 mil trabalhos e a expectativa é que seja assistido por cerca de 90 mil pessoas. Por ato falho entende-se a atitude equivocada que ocorre quando um indivíduo revela algo que deveria ser omitido. Esse é o mote do vídeo. Na verdade, um conto de humor.
Ato Falho conta com o apoio da Rádio TV Web Cambury e da própria instituição.
Acesse o filme e vote:

Oficina de Jornalismo Cultural Teia 2007


Mano Brown no Roda Viva


Na próxima segunda, 24, o programa Roda Viva da TV Cultura recebe Mano Brown, do grupo Racionais MCs. O programa começa às dez e quarenta da noite, conduzido pelo jornalista Paulo Markun.

Matinê HC Punk no Martim Cererê


Agenda do Darwinson_Banner Net




Artigos sobre Teatro

Alice Galvão
Para os estudiosos e amantes de Teatro, repasso a dica de Robson Corrêa de Camargo, da UFG. Vale a pena conferir os sete artigos e uma entrevista na 5ª edição da Revista Cena, feita pelo Departamento de Arte Drmática da Universidade Federal do Rio Grande do Sul pelo http://www.artes.ufrgs.br/doc/ppgac/revista_cena_5.pdf. Além disso, a Revista Fênix traz diversas matérias sobre História e Estudos Culturais e pode ser acessada pelo link http://www.revistafenix.pro.br/.

Funceb abre inscrições para 5 editais no dia 10 de setembro

Extraído do site http://www.funceb.ba.gov.br/

A Fundação Cultural do Estado da Bahia – FUNCEB, entidade vinculada à Secretaria de Cultura, torna público que de 10 de setembro a 24 de outubro de 2007 estarão abertas as inscrições para os concursos para montagem e circulação de espetáculos de dança e teatro e para o Festival 5 Minutos.

Os Editais completos serão disponibilizados no site ou na forma impressa, na Diretoria de Música e Artes Cênicas – DIMAC, na Fundação Cultural do Estado da Bahia (Praça Thomé de Souza, Palácio Rio Branco, 1º andar), de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h.

Ainda neste mês de setembro, mais nove editais nas áreas de Artes Visuais, Música, Residências, Cultura Popular, Indígena, Digital e Audiovisual serão lançados pela Fundação. Aguardem mais informações.

EDITAL N°09/2007 Prêmio Yanka Rudzka – Edital de Apoio à Montagem de Espetáculo de Dança no Estado da Bahia, visando a seleção de projetos de montagem de espetáculos inéditos de dança, solos, duos ou de grupos e companhias do Estado da Bahia.

EDITAL N°10/2007 Prêmio Ninho Reis – Edital de Apoio à Circulação de Espetáculos de Dança no Estado da Bahia, visando a seleção e premiação de projetos de circulação de espetáculos de dança, de grupos e companhias ou artistas independentes do Estado da Bahia.

EDITAL N°11/2007 Prêmio Manoel Lopes Pontes – Edital de Apoio à Montagem de Espetáculos de Teatro no Estado da Bahia, visando a seleção e premiação de projetos de montagem de espetáculos inéditos de Teatro, de Sala ou de Rua, nas modalidades adulto ou infanto-juvenil, de grupos, companhias ou artistas independentes do Estado da Bahia.

EDITAL N°12/2007 Prêmio Jurema Penna – Edital de Apoio à Circulação de Espetáculos de Teatro no Estado da Bahia, visando a seleção e premiação de projetos de circulação de espetáculos de Teatro, de Sala ou de Rua, nas modalidades adulto ou infanto-juvenil, de grupos, companhias ou artistas independentes do Estado da Bahia.

EDITAL N°13/2007 XI Festival Nacional de Vídeo – Imagem em 5 Minutos 2007, visando a seleção e premiação de vídeos para o XI Festival Nacional de Vídeo – Imagem em 5 Minutos 2007, o qual consistirá na realização de mostras competitivas e não competitivas, com exibição gratuita em espaços públicos de Salvador.



Mais informações:



ASCOM – Fundação Cultural do Estado da Bahia
Tel. (71) 3103- 4017/ Fax (71) 3103-4016
E-mail:
ascom@funceb.ba.gov.br

Conselho da SAV avalia editais e define setores para sua composição

Enviado pela Secretaria do Audiovisual - MinC

A reunião do Conselho Consultivo da Secretaria de Audiovisual foi realizada nesta segunda-feira, 3 de agosto, em Brasília. Na pauta, a definição da nova composição do Conselho, anúncio de prazo para contribuições em relação aos editais de fomento que serão lançados ainda em 2007 e distribuição dos editais para análise das entidades. TV Pública, políticas de incentivo à atividade cineclubista, apresentação da ação da Secretaria aliando audiovisual e cidadania e propostas de fomento à realização audiovisual popular foram outros dos temas.

Encaminhamentos e debates

O secretário do audiovisual, Orlando Senna, abriu a reunião informando sobre o falecimento do fotógrafo de cinema Mário Carneiro e manifestando pesar pela perda.

Em sua fala inicial sobre a atuação da SAV, Senna destacou as atividades da Secretaria nos debates sobre a Tv Pública no Brasil, no apoio à atividade cineclubista e à ampliação dos espaços de exibiçao do cinema brasileiro, através de programas como a Programadora Brasil e os Pontos de Difusão Digital– há 100 deles sendo montados e perspectiva de novos através de parcerias. Citou o trabalho de apoio à organização das film commissions no país e falou sobre as perspectivas para o audiovisual no PAC Cultural, do governo Federal.

As diretrizes do Ministério da Cultura para o Plano Nacional de Cultura (PNC) foram apresentadas aos conselheiros pela equipe de redação do Plano. A partir de setembro, serão realizadas atividades em todo o país para debater a formulação do Ministério para o PNC, instrumento legal que planejará linhas da política de cultura para um prazo de dez anos e traçará o papel de cada ente federado nas políticas culturais. O Plano precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional. Entidades ligadas ao audiovisual serão convidadas para o debate público que será iniciado pelo Minc nos próximos meses. Novo Conselho Na nova composição definida durante a reunião, farão parte do Conselho Conslutivo da SAV 15 setores ligados à produção audiovisual. A eleição dos conselheiros é feita pelas entidades e associações de cada segmento.

Durante o debate foram reafirmados os objetivos do conselho: debater e traçar linhas sobre a política cultural para o audiovisual no Brasil.

Os setores que indicarão representantes são:

* Setores que fazem parte do Conselho Consultivo desde 2003

1- Fórum dos Organizadores de Eventos Culturais e Diretores de Festivais

2- Emissoras Públicas, Educativas e Culturais de Televisão

3- Associações de Produtores Independentes de TV

4- Associações de Diretores

5- Associações e Sindicatos de Produtores

6 - Escolas de Cinema

7 – Associações de Documentaristas e Curta-metragistas

8 – Associações de Pesquisadores, Críticos, Estudiosos e Restauradores

9 – Sindicatos e Associações de Trabalhadores

10 - Congresso Brasileiro de Cinema

*Setores que tiveram participação aprovada nesta Reunião

11 – Associações Cinema e Animação

12 – Associações de Realizadores de Jogos Eletrônicos

13 – Associações de Roteiristas

14 – Fórum de Experiências Populares em Audiovisual

15 – Associações de Cineclubes

Definiu-se também que poderão ser convidados para as reuniões, a depender da presença de temas ligados a estes setores, representantes dos exibidores, distribuidores, das empresas de infra-estrutura e das Tvs Privadas. Editais

Cinco propostas de editais de fomento foram apresentadas pela SAV aos conselheiros.

Os representantes têm o prazo de 15 dias para debater em suas entidades e enviar à SAV sugestões para os editais:

· curta-mertagem, apoio ao desenvolvimento de projeto de série de animação para TV

· curta-metragem do gênero ficção, com temática infanto-juvenil

· curta-metragem do gênero animação

· curta-mertagem dos gêneros ficção, documenário ou experimental

· curta-mertagem do gêneros ficção, documentário ou experimental, destinados a pessoas físicas integrantes ou egressas de projetos sociais

· longa metragem do gênero ficção, de baixo orçamento (BO)

Os conselheiros debateram sobre a importância de haver também editais para documentários de longa-metragem para cinema, além dos já existentes concursos para o DOCTV e o Documenta Brasil. O secretário Orlando Senna explicou as restrições orçamentárias para a abertura deste edital. O Conselho sugeriu que, nos próximos editais, a SAV analise a possibilidade de realizar concurso para 10 obras de baixo orçamento, divididas em cinco prêmios para obras documentais e outros cinco para filmes de ficção.

Programas da SAV, cidadania e formação para o audiovisual

O projeto Programadora Brasil (www.programadorabrasil.org.br), política pública que começou a ser implementada no início de 2007, foi apresentado ao conselho e debatido por ele. Foram debatidos temas como os direitos autorais dos filmes disponibilizados pela Programadora e a importância da contagem dos espectadores para que se tenha parâmetros reais sobre o público que o cinema brasileiro atinge. As entidades que compram o pacote da programadora são responsáveis por enviar os dados de público, disponíveis no site do programa.

O representante do Conselho Nacional de Cineclubes, Antonio Claudino, falou sobre a reestruturação do conselho, que ocorre desde 2003. Destacou o foco na formação de cineclubistas e no compromisso com a formação do público. Salientou a importância dos projetos Programadora Brasil e Difusão Digital. A regulamentação da atividade está na Pauta da Ancine, segundo informou Leopoldo Nunes, diretor da Agência.

A assessoria especial de Cidadania Audiovisual da SAV foi apresentada pela sua coordenadora, Elisabete Jaguaribe. O debate sobre cidadania na secretaria surge a partir da necessidade de desenvolver programas que incluam cidadãos não só na fruição, mas também na criação dos meios audiovisuais de forma crítica. Ela destacou programas em curso, como o Olhar Brasil e o Revelando os Brasis, e parcerias com outros ministérios como Ministério do Meio Ambiente, no projeto Salas Verdes e no circuito Tela Verde.

Márcio Blanco, do Observatório de Favelas, falou das ações de produção realizadas nas favelas e periferias do país, enfatizando que este é um momento em que os grupos formados estão cada vez mais autogeridos, adquirindo independência das ONGs. Ele entregou a Carta da Maré com sugestões de políticas voltadas ao segmento popular.

A questão de capacitação dos moradores de favelas e da necessiade de educação formal para a preparação de profissionais qualificados para o mercado de cinema foram destacadas por Mayra Lucas, da Associação Brasileira de Cinema de Animação. Dora Mourão, representante das escolas de cinema, ligou o debate ao que tem sido discutido pelo Fórum Brasileiro de Escolas de Cinema e Animação (Forcine) e apresentou propostas para a elaboração de um Plano Nacional de Ensino e Formação para o Setor Audiovisual no Brasil.

Participantes da reunião

Orlando Senna - Secretário do Audiovisual

Ana Paula Santana - Gerente de Atividades Audiovisuais

Cláudia Dutra - Fórum dos Festivais

Claudino de Jesus - CNC

Elisabete Jaguaribe - Gerente de Cidadania Audiovisual

Frederico Cardoso - Coordenador Geral Programadora Brasil

Geraldo Moraes – CBC

Hermano Penna - Associação de Diretores

Leonardo Dourado – ABPITv

Leopoldo Nunes - ANCINE

Lucy Barrreto- Associações e Sindicatos de Produtores

Marcio Blanco - Coordenador do Observatório das Favelas

Maria Dora Mourão - FORCINE

Mario Borgneth - Assessor Especial do Ministro da Cultura

Mayra Lucas - ABCA

Nelson Hoineff - Associação de Pesquisadores, Críticos, Estudiosos e Restauradores

Paulo Boccato - CBC

Pedro Pablo Lazzarine- SINDICINE

Pedro Rosa - Gerente Internacional SAv

Rodrigo Savazoni -Radiobrás/ ABEPEC

Solange Lima - ABD Nacional

Tania Leite - Chefe de Gabinete da SAv Tetê Morais - ABRACI

Vaca Amarela_Banner Net


O inimigo - poema de Baudelaire

Enviado por Levy Silvério
O INIMIGO (Charles Baudelaire)
A juventude não foi mais que um temporal,
Aqui e ali por sóis ardentes trespassado;
As chuvas e os trovões causaram dano tal
Que em meu pomar não resta um fruto sazonado.
Eis que alcancei o outono de meu pensamento,
E agora o ancinho e a pá se fazem necessários
Para outra vez compor o solo lamacento,
Onde profundas covas se abrem como ossários
E quem sabe se as flores que meu sonho ensaia
Não achem nessa gleba aguada como praia
O místico alimento que as farás radiosas/
Ó dor! O tempo faz da vida uma carniça,
E o sombrio Inimigo que nos rói as rosas
No sangue que perdemos se enraíza e viça!

III Jornada de Filosofia e Direitos Humanos_Banner Net


Gilberto Corrêa e Luiz Augusto no projeto Vozes de Goiás

Amanhã tem Gilberto Correia, Luiz Augusto e Banda no Sesc Cidadania, que fica no Jardim América.
As apresentações, que têm início às oito da noite, fazem parte do Projeto Vozes de Goiás.

Hard Rock Arena_Banner net


Darwinson no Plaza D Oro

Hoje tem apresentação do Darwinson no Shopping Plaza D´Oro. O artista sobe ao palco às sete e meia da noite.
Serviço:
Endereço-Av. Milão c/ Av. Napoli nº500, Residencial Eldorado

Comédia "O Microfone" em Goiânia

A Cia. de teatro Carlos Moreira apresenta no próximo dia 25 o show humorístico "O Microfone", com Raul Gazolla e Nelson Freitas.
O espetáculo começa às 21 horas no Teatro Rio Vermelho, do Centro de Cultura e Convenções de Goiânia.
Os ingressos podem ser adquiridos no Shopping Bougainville ou na Bilheteria do Teatro e custam 50 reais ou 30 reais mais um quilo de alimento.
Maiores informações podem ser solicitadas pelos telefones 3249 0435 e 84395711.
A realização é da Pércia Ribeiro Produtora, com patrocínio da Nextel.

Festival de Hard Rock dia 1º de Setembro

Confira a Programação:
Hard Arena - Hard N' Heavy - 1ª Edição - Goiânia 2007
16:00 hs - Abertura dos portões do Musik Hall, discotecagem hard n´heavy rock
18:00 hs - Autêntico Transe
18:40 hs - Peacemaker
19:20 hs - Jackie's Knife
20:00 hs - Cefas
20:40 hs - Dark Dolls
21:20 hs - SHAKEMAKERS
22:10 hs - SUNROAD
23:00 hs - EXCALLIBUR + DJ (Hard Rock, AOR, Hair, Glam) - Friederich (Banda Devon)
Local: Rua Hugo Brill – Setor Marista – (rua atrás do Marcos e Igreja - Estúdio Musik Hall Studio)
Data: 1º de Setembro (sábado)
Horário: a partir das 16:00 horas
Ingressos: R$ 10,00

Luciana Clímaco e Pedra Letícia no Omelete Club

Sábado, 04, é dia de samba e pop rock no Omelete Club.
A partir das 13h Luciana Clímaco manda o melhor do samba e apresenta seus convidados. Às 22h começa o show da banda Pedra Letícia, com uma seleção de músicas nacionais e internacionais

Serviço:
Data: 04/08(SABADO)

13h - Luciana Clímaco e Convidados - Samba
Valor: R$5,00

22h - Pedra Letícia - Pop Rock Nacional e Internacional
Valor: R$10,00

Local: Omelete Club-Rua 18, nº282 Galeria Marfim St Oeste
Informações: 39418166

Balada de um Palhaço na UCG

Na próxima sexta-feira, 03, a partir das 20h, o grupo de teatro Arte & Fatos apresentará na XXI Semana de Integração Acadêmica e Planejamento da UCG o espetáculo "Balada de um Palhaço". A aresentação será realizada no Teatro Católica, no Campus V, Jardim Goiás.

Com texto de Plínio Marcos e direção de Danilo Alencar, a montagem leva ao público as dúvidas e crises existenciais de um palhaço que busca a felicidade. Um trabalhador da arte de fazer rir que busca o seu próprio sorriso.

No elenco, os atores Bruno Peixoto e Edson de Oliveira dão um show de interpretação na pele de Bobo Plin e Menelão.

A cenografia é de Paulinho Pessoa, o figurino de Rosi Martins, trilha sonora de Jarbas Cavendish, sonoplastia de Angelo Carniello, iluminação de Pedro Forjaz, cenotécnia de Julio Rodrigues e produção de Fernanda Fernandes.

A entrada é franca!

Maloca Microphone Checkshows

No próximo domingo, 22, tem hip hop no Núcleo Cultural Hip Hop do setor Marechal Rondon.
Para animar a festa tem Domba e Mortão (Outro Nível), Pezão - PR, Sacro´s, Duo Infame e Mega Break Crew. Além disso, line up de DJ Guinetto, DJ Jax e convidados.
Mas não pára por aí. Batalha de freestyle com premiação e batalha de b. boy 1 x 1.
Serviço:
Data: 22/07/2007
Horário: a partir das 15h
Local: Núcleo Cultural Hip Hop ZN, no Setor Marechal Rondon
Ingressos: R$ 5,OO (mulheres entram de graça até as 17h30
Realização: UBC² - União Bate-Cabeça do Cerrado- VMG - Mega Break Crew
Apoio- CENEG-GOMAIS
Mais informações: 9285-9422 - Claudim

Reggae Acústico no Alternativo Bar

Hoje tem Tributo a Bob Marley com Rodrigo Kaverna (voz) , Griff Roney (Percussão), Katu (guitarra) e convidados.
Além disso o DJ Pedrada vai mandar o melhor do reggae mundial e nacional.
Serviço:
Ingressos: 5 reais
Horário: 22:00hs
Endereço: Rua C-182 Esq. C/ Pça C-232Jardim América – Atrás do posto Halley Av. T-09
Reservas pelo 9684-7438, falar com Aguinaldo

Itaú Cultural prorroga inscrições_nota

As inscrições para o programa Rumos Itaú Cultural foram prorrogadas até 31 de agosto. Conheça os editais de jornalismo cultural, de literatura, de pesquisa em gestão cultural e de música.

Exposição em Recife


Mulheres Privadas no Teatro Goiânia

Nos dias 13, 14 e 15 tem apresentação do espetáculo "Mulheres Privadas". Com texto de Adélcio Candido e direção de Cristiano Mullins, as apresentações serão no Teatro Goiânia. Na sexta e no sábado às 21h e no domingo às 20h. Os ingressos já estão à venda e custam 10 reais antecipados, 16 reais a inteira no dia e 8 a meia-entrada.

Ficha Técnica
Atores: Cristiano Mullins, Patrick Éster, Hugo Mor
Ator Convidado : Marcos Dávilla
Iluminação: Cláudio Galvão
Sonoplastia: Esley Zambel

Serviço:
Local: Teatro Goiânia Ouro (Rua 3, esq. Com rua 9, centro)
Data/horário: 13, 14 e 15 de julho (sex e sab - 21:00h. e dom. ás 20:00h.)
Ingressos: R$10,00 antecipado, R$16,00 inteira e R$ 8,00 a meia-entrada.
Assista ao vídeo do espetáculo:

Festa Free_Banner net

Acesse o site http://www.festafree.com.br para ver o mapa do local do evento.

Espetáculo Puro Brasileiro_Banner net


Zabriskie abre inscrições

Ana Cristina Evangelista
O Zabriskie Café Teatro abre vagas para novas turmas a se formarem no 2º semestre de 2007.
Serão oferecidos cursos de teatro para crianças a partir de 5 anos, iniciação teatral para jovens e adultos, jogos teatrais e improvisação, aperfeiçoamento técnico pré - expressivo e teatro de máscara.
Os horários serão distribuídos por faixa etária e interesse, de segunda a quinta-feira, nos períodos vespertino e noturno, com dois encontros de uma hora e meia, ou seja, três horas semanais, perfazendo um total de sessenta horas no semestre, que vai de agosto até dezembro.
O valor do módulo semestral de sessenta horas é de R$ 540,00, podendo este ser dividido em até seis parcelas de R$ 90,00.
Para mais informações, o atendimento no mês de julho é de segunda a sexta, das 14h às18h na rua 148 nº 248 Setor Marista (Rua da Átrio Academia) ou pelo e-mail zteatro@bol.com.br.

Monstro Discos vence Prêmio Toddy

Enviado por Fabrício Nobre

A Monstro Discos foi eleita Melhor Gravadora de 2006 no Prêmio Toddy de Música Independente. O anúncio foi feito durante festa realizada no dia 04 de julho no Teatro Elis Regina, no Anhembi, em São Paulo.

Apresentada pelo rapper Xis, a cerimônia contou com a performance das bandas Zefirina Bomba, Pavilhão 9 (marcando seu término), Ludovic, Seu Jorge, Massacration e Made In Brazil.

Segundo a organização do prêmio, foram 163.423 votos gerados por 48.881 e-mails cadastrados. A Monstro Discos foi eleita melhor gravadora com mais de 2 mil votos dos 8086 registrados na categoria.

Para ver a lista completa de vencedores, acesse o site
http://www.premiotoddy.com.br

Hoje comemoramos

- O início da Coluna Prestes (1924) /Levante armado em São Paulo, sob o comando do Gal. Isidoro Dias Lopes (1924)
- Fundação de Goiânia
- Dia da independência da Argélia (1962)
- Dia da independência da Venezuela (1811)
- Santo Antônio Zacaria
- Dia da independência do Cabo Verde (1975)
- Dia da Fundação do Exército da Salvação (1865)

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Charge - Almeida (Marcus Vinas)

Charge - Almeida (Marcus Vinas)